A pontualidade como marca da personalidade

Não tem tempo ou não é prioritário
May 10, 2021
É na eficácia da comunicação que revelamos o nosso potencial
July 20, 2021
Show all

Existem pessoas cuja pontualidade representa uma marca importante da sua personalidade. Não gostam de atrasar e nem de esperar, o que consideram uma perca de tempo. Costumam chegar com antecedência nos compromissos com objetivo de resolverem tudo rapidamente. São apressadas e gostam de resolver as coisas dentro do prazo e consideram uma falta de respeito chegar atrasado aos compromissos.

Uma vez um professor de Ioga estava ansioso a espera da sua companheira. Partilhou com a turma a sua frustração em relação à diferença com que ambos percecionam o tempo. “Ela esta sempre a fazer coisas a ultima hora e acaba sempre por se atrasar. Atrasos é algo que me faz sentir desrespeitado e gera stress em mim”, anuiu.

O tempo é o nosso maior recurso. Todos nós fomos providos de igual forma com 24 horas por dia, 1400 minutos e 86000 segundos. A diferença está na forma como o percecionamos com impacto direto na nossa performance a resultados. Por exemplo, este casal parece que direcionam o tempo de forma diferente, ele pode ser muito eficiente no uso do seu tempo e sente stress quando alguém não cumpre com precisão. Ela chega atrasada porque acredita que o tempo chega para tudo e mais alguma coisa e acaba por não ser eficiente.

Um dos resultados líquidos da forma como usamos o nosso tempo é o cumprimento de prazos. Quando falhamos um gera efeito dominó, ou seja se não cumprimos um provavelmente teremos dificuldades em cumprir os seguintes, porque o tempo mal calculado ou desviado será roubado aos projetos ou compromissos seguintes.

Existem pessoas muito cumpridoras de prazos. Elas conseguem objetivamente medir bem o tempo que precisam para determinados projetos e esse tempo não é desviado para outros compromissos e nem permitem que as suas agendas sejam assaltadas por intenções alheias.

Concisão do tempo face à disponibilidade e flexibilidade

São pessoas muito cumpridoras e concretizadoras. Porém, possuem desafios relacionais caso apliquem nas relações a exatidão com que lidam com o tempo devido a baixa disponibilidade para relação e flexibilidade, o que significa uma elevada valorização do tempo.

As pessoas com uma relação concisa com o tempo são ótimas para trabalhar em contextos judiciais, em que o prazo é um recurso valioso. Um amigo meu advogado, confessou que cumprir prazo é algo que lhe gera um stress profundo. Ele é muito sociável e muitas vezes tem que terminar a sociabilidade para trabalhar por causa de prazos e anda sempre no fio de navalha.

Acredito que se este meu amigo tivesse a perceção de como ele lida com o tempo, provavelmente fugiria à profissão e faria algo que lhe desse mais flexibilidade temporal e disponibilidade para as pessoas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *